Nova geração do Toyota Corolla troca conservadorismo pela inovação

Linha 2020 do sedã tem motor 2.0 mais potente, versão híbrida flex e muita tecnologia embarcada. Preços partem de R$ 99 mil

Por Lucas Cardoso

Toyota Corolla Hybrid 2020
Toyota Corolla Hybrid 2020 -

Guarujá, São Paulo - É tempo de mudança. E mesmo os líderes devem inovar nestas mudanças, nem que seja preciso abrir mão de certas tradições. Foi o que a Toyota fez com a nova geração do campeão de vendas mundial, o Corolla. O sedã médio chega com plataforma atualizada, mais tecnologia, segurança, design 'rejuvenescido' e duas novas motorizações, sendo uma delas eletrificada. São três versões com motor a combustão (GLI, XEI, Altis) e uma híbrida flex (Altis Hybrid). Os preços começam em R$ 99.990 e podem chegar até R$ 130.990.

Previsto para chegar às concessionárias no dia 16, o líder entre os sedãs médios há mais de cinco anos no Brasil agora é produzido sobre a nova plataforma GA-C, fruto da moderna arquitetura modular TNGA — a mesma do irmão híbrido Prius. Com a troca de estrutura, a Toyota explica que o Corolla teve o centro de gravidade reduzido em 1 cm e ficou 60% mais resistente.

A linha 2020 também representa um marco para o mercado de eletrificados no Brasil, com o primeiro híbrido flex, ou seja: adaptado para rodar parte no etanol, parte no elétrico. A mecânica combina o 1.8 a combustão de 101 cv a 5.200 rpm, quando abastecido com álcool, com um conjunto de dois motores elétricos, que podem entregar até 72 cv. Juntos, eles garantem 123 cv ao sedã híbrido — importante ressaltar que a soma das potências não é exata pois há compensação das forças.

Toyota Corolla Hybrid 2020 - Lucas Cardoso

O conjunto fica associado a uma transmissão continuamente variável exclusiva da Toyota, chamada de Hybrid Transaxle. Ela funciona por engrenagens planetárias controladas eletronicamente, e trabalha em conjunto com o diferencial. Aqui, não há marchas, nem simuladas. A autonomia do modelo garante médias de consumo que superam os 20 km/l, segundo a Toyota.

As versões puramente a combustão também ganharam força extra com a atualização do motor 2.0 Dynamic Force de quatro cilindros e 16 válvulas, capaz de entregar 177 cv e 21,4 kgfm de torque, ambos em faixa intermediária de giro. O propulsor é 9% mais potente e 15% mais eficiente, quando comparado ao 2.0 da linha anterior.

O motor 2.0 das versões GLI, Xei e Altis, entregam 177 cv no etanol e 169 cv na gasolin - Lucas Cardoso

O ganho é resultado do trabalho de engenharia, em especial a adoção de um sistema duplo de injeção de combustível: direta e indireta, que se adapta de acordo com a demanda por potência. Além disso, também podemos incluir na lista de melhorias o maior curso dos cilindros e os novos pistões. 

O câmbio das versões a combustão será o novo CVT de dez marchas virtuais, chamado pela Toyota de Dynamic Shift. A caixa combina o sistema tradicional de polias e correia das transmissões continuamente variáveis a um mecanismo de engrenagens usado em câmbios manuais. E é ai que está o 'pulo do gato'.

A mistura das tecnologias garante força nas saídas, sem o tradicional 'delay' dos automáticos desse tipo, ao mesmo tempo em que mantém o conforto dos sistemas com polias. A propósito, tem outra vantagem nessa nova transmissão: por fazer menos força, as polias do sistema CVT são mais compactas e leves.

Tiozão rejuvenescido

No quesito design, o Corolla fabricado em Indaiatuba (SP) é mais empolgante que as gerações anteriores. A dianteira tem linhas marcantes e acentuadas. A grade hexagonal dita o tom da porção, que traz faróis com assinatura de LED 'espichados'. Atrás, mais mudanças. As lanternas foram esticadas e combinam com o friso metálico na parte inferior. O para-choque está mais parrudo e ganhou volume, o que deixa o modelo com um ar mais esportivo.

Com a nova plataforma, outras medidas do sedã, como a distância do solo e largura, cresceram 4 cm e 1 cm, respectivamente. As primeiras e terceiras colunas ficaram mais estreitas, o que amplia a visão do motorista. O Corolla traz o mesmo bom entre-eixos (2,70 m) e porta-malas (470 litros) da geração anterior.

Com isso, no interior há melhor ergonomia e visibilidade. O design do painel tem linhas elegantes e mescla bem materiais de boa qualidade — mesmo na versão GLI. Há painel de instrumentos combinando mostradores analógicos e TFT em todas as versões. A diferença entre elas está no tamanho da telinha, que é maior nas versões Altis, com 7". Nas demais, o visor tem 4,2".

Segurança e equipamentos

A nova linha Corolla agrada pelo nível de segurança. São sete airbags (frontais,laterais,- cortina e de joelho para o motorista), controles de tração e estabilidade, assistente de partida em rampa, além de câmera de ré, Isofi x, DLR e acendimento automático dos faróis. Central multimídia de oito polegadas, ar-condicionado e retrovisores elétricos também estão presentes já na versão de entrada GLI.

A XEI adiciona controle de velocidade de cruzeiro, modo de seleção de condução Sport, paddle shift, chave presencial, sistema de partida por botão, faróis de neblina dianteiros de LED e retrovisor interno eletrocrômico. A Altis é ainda mais segura graças ao Toyota Safety Sense, que inclui alerta de mudança de faixa, controle de velocidade adaptativo — que acelera e desacelera de acordo com a distância para o veículo à frente —, farol alto automático e assistente de pré-colisão com alerta sonoro e visual — e, se necessário, frenagem automática.

A versão adiciona também conjunto de iluminação total em Full-LED. Itens como ar automático bizona, banco do motorista com regulagem elétrica, retrovisores com rebatimento elétrico, teto solar, sensor crepuscular e de chuva são de série na Altis 2.0, mas fazem parte do pacote Premium no caso da versão híbrida.

Tabela de preços
GLi 2.0L Dynamic Force Flex
 - R$ 99.990
XEi 2.0L Dynamic Force Flex
 - R$ 110.990
Altis 2.0L Dynamic Force Flex
 - R$ 124.990
Altis Híbrido Flex
 - R$ 124.990
Altis Híbrido Flex (Premium)
 - R$ 130.990

Galeria de Fotos

Toyota Corolla Hybrid 2020 Lucas Cardoso
Toyota Corolla Hybrid 2020 Lucas Cardoso
Toyota Corolla Hybrid 2020 Lucas Cardoso
Toyota Corolla Hybrid 2020 Lucas Cardoso
Toyota Corolla Hybrid 2020 Lucas Cardoso
Toyota Corolla Hybrid 2020 Lucas Cardoso
Toyota Corolla 2.0 GLI Lucas Cardoso
Toyota Corolla 2.0 GLI Lucas Cardoso
Toyota Corolla Hybrid 2020 Lucas Cardoso
Toyota Corolla 2.0 GLI Lucas Cardoso
Toyota Corolla Hybrid 2020 Lucas Cardoso
Toyota Corolla 2.0 GLI Lucas Cardoso
Plataforma modular do Corolla traz um carro mais firme e com colunas dianteiras mais estreitas fotos Lucas Cardoso
Toyota Corolla Hybrid 2020 Lucas Cardoso
Toyota Corolla Hybrid 2020 Lucas Cardoso
Toyota Corolla Hybrid 2020 Fotos de Lucas Cardoso
Toyota Corolla Hybrid 2020 Lucas Cardoso
O motor 2.0 das versões GLI, Xei e Altis, entregam 177 cv no etanol e 169 cv na gasolin Lucas Cardoso

Comentários