Richthofen, Matsunaga e madrasta de Isabela Nardoni deixam presídio para o Dia das Crianças

As três precisam voltar ao presídio até o próximo dia 16

Por Istoé

Suzane von Richthofen foi presa pela morte dos pais, em 2002
Suzane von Richthofen foi presa pela morte dos pais, em 2002 -
São Paulo - Suzane Von Richthofen, Elize Matsunaga e Anna Carolina Jatobá deixaram, temporariamente, a prisão na manhã desta quinta-feira para passar o Dia das Crianças em liberdade. Outas 52 presas também deixaram a penitenciária feminina de Tremembé, no interior de São Paulo. As informações são do UOL.
As saídas temporárias valem para condenados que estão no semiaberto e com bom comportamento dentro do presídio.
A medida visa socializar o preso que está próximo do fim da pena imposta. Todos os presos beneficiados com a medida devem informar à Justiça onde permanecerão durante os dias em liberdade. Suzana ficará na cidade de Angatuba com o noivo, Jatobá voltará para a capital paulista e Matsunaga disse que estará no interior do Paraná.
Richthofen foi condenada a 39 anos de prisão pelo assassinato dos pais. Jatobá pegou 26 anos de detenção pela morte da enteada, Isabela Nardoni. Matsunaga ficou conhecida por matar o marido e foi condenada a 16 anos. Elas precisam voltar ao presídio até o próximo dia 16.
As saídas temporárias são realizadas na Páscoa, Dia das Mães, Dia dos Pais, Dia das Crianças, Finados e Natal/Ano Novo.

Comentários