Zezé Di Camargo & Luciano pode cancelar show no Maranhão após problema com voo em SP

Companhia aérea não avisou ao cantor e equipe que o embarque foi feito novamente no mesmo vôo com destino a Brasília

Por O Dia

Luciano Camargo e equipe ficaram presos no Aeroporto Viracopos, em Campinas
Luciano Camargo e equipe ficaram presos no Aeroporto Viracopos, em Campinas -
Luciano Camargo e a banda estão em pé de guerra com a companhia aérea Latam. Acontece que na manhã desta quarta-feira (12), eles tinham embarcado no Aeroporto Viracopos, em Campinas, no voo LA3060 que sairia às 9h30 com destino a Brasília, onde fariam uma escala para pegar um novo voo (LA3552) às 12h15 rumo à Imperatriz, no Maranhão, para fazer um show na cidade às 22h.
No entanto, todos os passageiros do voo para Brasília, incluindo Luciano e equipe, foram retirados da aeronave por motivos que não foram esclarecidos ainda. Logo depois, os passageiros embarcaram novamente no mesmo voo e seguiram normalmente para Brasília, exceto o cantor e os músicos que não foram avisados pela companhia aérea sobre o novo embarque.
"Cancelaram o voo, saímos da aeronave, depois o voo reativou, não avisaram a gente e não embarcamos. Eles disseram pra gente que acharam que por conta do atraso não conseguiríamos fazer a conexão e por isso não avisaram a gente sobre o novo embarque", disse Hélio Bernal, maestro e diretor musical da dupla. 
Ainda segundo Hélio, Luciano segue no balcão da Latam tentando resolver o imprevisto o quanto antes para evitar atrasos no show do Maranhão. "O show em Imperatriz começa pontualmente às 22h, sem poder haver atrasos, porque às 4h30 da madrugada estamos embarcando para Natal, onde também teremos o show. Precisamos embarcar o quanto antes, caso contrário vai atrapalhar toda a nossa logística", explicou o músico. 
Luciano segue tentando agilizar um novo embarque da equipe, mesmo que com conexões diferentes, na tentativa de evitar atrasos na chegada ao Maranhão para que toda logística dos shows não seja atrapalhada. Zezé di Carmargo seguirá para o Maranhão em outro voo. 

Comentários