Neymar fez festa em prédio onde tem imóveis bloqueados

Torneio de poker aconteceu no sábado

Por O Dia

Lindomar Pasqualotto Junior, Neymar e Leonardo Canszeweski em Itapema
Lindomar Pasqualotto Junior, Neymar e Leonardo Canszeweski em Itapema -
Sabe o tal poker de Neymar que deu o que falar? Pois bem. A coluna descobriu que o torneio aconteceu no último sábado, no salão de festas do edifício à beira-mar em Itapema, onde o craque mantém imóveis. O apartamento deste prédio é um dos três de Santa Catarina que estão na lista dos 36 imóveis bloqueados pela Justiça na ação de sonegação fiscal que envolve a transferência do atleta do Santos ao Barcelona. Mas Neymar não infringiu a lei. O fato de os imóveis estarem sob bloqueio judicial não o impede de usá-los. O craque só não pode colocá-los à venda. É que a Justiça faz uma espécie de 'congelamento' dos bens para que eles cubram o valor de uma eventual multa ao final do processo, se ele for condenado.  
A festa acabou em barraco pouco depois das 5h da manhã. Um rapaz que trabalhou na cozinha da festa desabafou nas redes sociais. "Ontem eu trabalhei 19 horas seguidas no poker do Neymar e só tenho uma coisa a falar: que nojo de homem hétero e rico", escreveu ele. Atacado por fãs do craque na internet por causa do seu comentário, o rapaz - que a coluna vai preservar a identidade - se retirou das redes sociais.
Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia

Comentários