Thiago Martins fala sobre a difícil profissão de ator: 'somos eternos desempregados'

Artista conta que começou a gravar nova novela nessa semana

Por O Dia

Thiago Martins
Thiago Martins -
Há quase três anos solteiro, Thiago Martins está vivendo uma vida sem pressa, desde que separou de Paloma Bernardi. Em entrevista para a coluna, o rapaz revelou que está levando uma vida sem agonia e que acredita que tudo tem sua hora. Agora, o jovem está focado na estreia de 'Amor de Mãe', nova novela das 9 em que interpreta o esforçado Ryan. Thiago inclusive, começou a gravar o folhetim nesta semana, com seu novo visual: agora está loiro platinado. Thiago também falou sobre a difícil profissão de ator: "Sempre digo que somos eternos desempregados. Nossa carreira é muito instável. Uma hora tem e outra hora não".

Como estão os preparativos para 'Amor de Mãe'?
Estamos em preparação , leituras , caracterização... Mas já tem gente gravando! Eu começo a gravar essa semana.

Como será seu personagem?
Faço o Ryan, um sonhador. Um cara simples, trabalhador. Ryan é músico e faz alguns bicos em churrascarias e pizzarias. Um cara muito honesto e família!

Gostou do resultado do novo visual?
Sempre acho que a mudança é bem vinda, ainda mais falando de mudar para um trabalho. Sempre gosto de mudar e acho necessário. Sou zero vaidoso! Portanto estou me divertindo com esse novo visual!

Você considera o espelho seu amigo ou inimigo? Lida bem com a aparência?
Não sou vaidoso. Higiene talvez seja a minha grande vaidade. Mas... não! Não perco tempo me olhando no espelho.

Faz 15 anos desde a sua primeira novela... Que balanço faz da carreira?
Uma carreira de muito aprendizado e determinação. Algumas decepções também, mas tudo para o crescimento pessoal e profissional. Nada foi de graça. Corri e corro muito atrás dos meus objetivos. Me sinto lisonjeado por ter trabalhando com tanta gente boa e generosa. Me orgulho de vir de onde vim. Me orgulho do homem e do profissional que me tornei. Agradeço todos os dias. São 26 anos de carreira e ainda tem muita coisa pela frente. Isso foi só o início!

Você se acha um privilegiado por viver de arte no Brasil? Já passou por algum momento difícil na profissão?
Sempre digo que somos eternos desempregados. Nossa carreira é muito instável. Uma hora tem e outra hora não. Eu já passei muito perrengue mas, graças a Deus, nada que me fizesse desistir. A música também me preenche. Viver de arte no Brasil é muito difícil! Ainda mais nos tempos de hoje. Meu conselho é: crie outras alternativas, estude.

Você está namorando?
Não! Meu último namoro acabou tem quase três anos (com a atriz Paloma Bernardi). Eu digo que estou namorando minha arte e meu trabalho. Estou em fase de composição para meu DVD que será gravado em dezembro, no Rio.

Como está se sentindo na área amorosa?
Tranquilo... Na paz! Nunca fui ansioso e não sou de expor minha vida amorosa. Prefiro viver um dia de cada vez do que fazer planos. Não estou procurando. Quando for a hora, acontecerá naturalmente. Sem pressa, sem agonia. Quando você aprende a viver em paz tudo muda.

Você está há muito tempo solteiro. Foi por falta de opção ou por escolha sua? Por quê?
Acho que pelas duas opções. Conheci mulheres interessantes mas que de alguma forma não deu certo. Eu sempre digo que toda experiência vem com um aprendizado. E todas valeram muito a pena. Umas duraram meses e outras dias, mas todas reais e verdadeiras. Sem mentiras. O que fica é a amizade, o carinho e o respeito. Escrevi algumas músicas sobre isso tudo o que vivi. Esse DVD será quase biográfico (risos).

Bruno Cardoso se afastou temporariamente do Sorriso Maroto por causa de um derrame pleural. Chegou a conversar com ele após isso? Tem chance de substituí-lo dessa vez de novo? Você encararia esse desafio novamente?
Conversamos e Bruno disse que estava bem. Não tem chance de substituição e não encararia isso de novo. Não pelos meninos ou muito menos por não aceitar. Mas minha carreira está andando muito bem. Não teria tempo pra me dedicar 100% novamente ao Sorriso Maroto. Foi um ciclo. Logo o Bruno estará à frente do Sorriso e poderemos nos encontrar pelos palcos da vida. Agora o foco é total na minha carreira musical, no meu DVD e na novela!

Como anda sua carreira musical?
Muito bem graças a Deus! Muito trabalho e dedicação. Nossas músicas estão indo muito bem e os shows também. Focado no nosso DVD em dezembro. Nosso clipe bateu 1 milhão no YouTube. Estou bem feliz com a repercussão. É muito bom ver sua música chegar pra tanta gente. Quando a gente faz com amor e respeito tudo muda.

Vi que encarnou um palhaço para clipe no Vidigal. Como foi esta experiência?
Já tinha vivido o palhaço Tilica no clipe de 'Amor e poder' . Quis fazer uma homenagem, e em especial às crianças do Brasil. Eu amo a arte do circo (até porque fiz muitos anos). E como a gente queria fazer poesia em um clipe, ele tinha que estar presente. O clipe ficou lindo está disponível no YouTube. '+jovem +bela +linda' foi filmando no Vidigal e trouxe um monte de amigos. Vale a pena conferir.

Ainda há muito preconceito contra moradores de comunidade?
Acredito que os tempos mudaram. Todos estão no mesmo barco e tudo está se misturando. Mas claro que ainda faltam oportunidades. Claro que ainda faltam projetos sociais igual ao 'Nós do Morro', que mudou minha vida e de vários jovens do Vidigal. Claro que falta educação e saúde, mas isso não é só nas comunidade. Eu digo que no país todo. Não desistir é o grande caminho. O fato de ter nascido na favela não me faz diferente de ninguém.

Você já sofreu por conta disso?
Se sofri, não vi. Estava preocupado em estudar, vencer na vida e poder ajudar minha família e meus amigos. O preconceito não teve e nem terá a experiência de chegar perto de mim. Somos blindados. A favela tem voz e a gente não vai se calar.

Você já teve a oportunidade de viver no crime? Como foi? Teve amigos que morreram por conta da criminalidade?
Como todo morador de favela o crime sempre foi o caminho mais fácil. O 'Nós do Morro' e minha estrutura familiar foram importantes para a escolha de outros caminhos. A arte mudou minha vida do pé até a cabeça. Tive violência dentro de casa, quando meu irmão Carlos André (Careca) tomou um tiro e isso me afastou ainda mais do crime. Não perdi amigos. Perdi conhecidos de futebol e colégio e colegas não próximos. Meus amigos todos seguiram outros caminhos: alguns trabalham comigo e outros não, mas todos um caminho digno e verdadeiro. Sinto orgulho de quem nos tornamos. O caminho mais fácil nunca será o melhor.

Você já teve algum envolvimento com algum tipo de droga?
Droga nunca fez parte da minha vida. Sempre fui atleta o esporte sempre foi meu companheiro. Uma cervejinha com os amigos é sempre bem-vinda. Sou do samba, sou da noite mas não das drogas.

Em uma recente entrevista você falou: "O mundo é muito complicado pra perdemos tempo sofrendo ou chorando". Quais momentos essa frase fez efeito em sua vida?
Em muitos. Sou feliz e não gosto de perder tempo com sofrimento e dor. Vivemos em um mundo com muitos problemas, temos que ser felizes por mais que a situação seja difícil. Deus tem um propósito pra você. Viver a vida com alegria é a receita. Ajude quem precisa, seja leal e verdadeiro e no fim tudo dará certo.
Veja fotos do ator:

Galeria de Fotos

Thiago Martins Assessoria/Divulgação
Thiago Martins Assessoria/Divulgação
Thiago Martins Assessoria/Divulgação
Thiago Martins Assessoria/Divulgação
Thiago Martins Assessoria/Divulgação
Thiago Martins Assessoria/Divulgação
Thiago Martins Assessoria/Divulgação
Thiago Martins Assessoria/Divulgação

Comentários