Biel rompe com a Warner: '90% dos direitos iam pra gravadora'

Cantor diz que passou dificuldades nos Estados Unidos e que pretende cuidar da sua carreira

Por O Dia

Biel pretende abrir sua própria gravadora
Biel pretende abrir sua própria gravadora -
Biel desabafou nos stories do seu Instagram dizendo que rompeu com a gravadora Warner Music porque ela ficava com 90% de tudo o que ele ganhava. "É meu último clipe com a gravadora. Eu vim para os Estados Unidos e comecei a viver outra vida, comecei a entender meu trabalho. Comecei a aprender sobre o meu contrato, meus direitos e meus deveres como contratado da gravadora... eu parei de fazer shows porque eu vim pra cá (EUA), então comecei a aprender sobre o meio digital, porque eu poderia fazer dinheiro assim. Mas eu poderia... porque o contrato dava 90% dos direitos digitais pra gravadora. Então isso me desanimou de trabalhar. Não valia a pena", explicou.
Biel ainda chegou a dizer que andou de ônibus durante três anos nos Estados Unidos. "Fiquei três anos sem carro. O Biel, que tinha meio milhão em carro na garagem, que fazia R$ 100 mil por show. Então chegando aqui eu tive que reaprender a viver. Passei dificuldade aqui nos Estados Unidos", revelou. E com o fim do contrato, Biel abrirá a própria gravadora e cuidará de sua carreira.
Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia

Galeria de Fotos

Biel conta que a vida nos Estados Unidos não é nada fácil Reprodução/Instagram
Biel pretende abrir sua própria gravadora Reprodução/Instagram

Comentários