Kadu Moliterno tem recurso negado em ação por danos morais contra Luana Piovani

Juiz entendeu que apesar da atriz ter cometido excesso verbal, isso não configura lesão ao ator

Por O Dia

Dagoberto (Kadu Moliterno) em Topíssima
Dagoberto (Kadu Moliterno) em Topíssima -
O recurso do ator Kadu Moliterno na ação movida contra a atriz Luana Piovani foi rejeitado por unanimidade nesta quarta-feira (13), pelos desembargadores da 27ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça do Rio. Os magistrados ainda mantiveram a decisão da 7ª Vara Cível do Fórum da Barra da Tijuca, negando o pedido de indenização de R$ 50 mil por danos morais.

Em 2017, em uma postagem no canal 'Luana sem freio', no Youtube, a atriz citou o nome de Kadu Moliterno, lembrando o fato de ele não ter sido condenado após ter agredido a então esposa. Na postagem, Luana criticou ainda o fato de Kadu continuar a participar normalmente de novelas e posar com as novas namoradas em revistas de celebridades.

O juiz responsável pelo caso, João Batista Damasceno, considerou que embora tenha havido excesso verbal da atriz, não se configurou lesão ao ator, entendendo que o tal excesso se compreende na liberdade de manifestação do pensamento.
Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia

Comentários