Gugu Liberato ia construir um mega estúdio em Alphaville

Walter Wanderley, o Goiabinha, contou à coluna os planos que o apresentador tinha para 2020

Por O Dia

Gugu e o diretor Goiabinha
Gugu e o diretor Goiabinha -
A coluna conversou com o diretor Walter Wanderley, amigo de Gugu Liberato há quase 40 anos. 'Goiabinha', como é conhecido no meio artístico, foi apresentado a Gugu no início da década de 80. Muito abalado com a morte do amigo, a quem chama de irmão, ele revela um dos planos que o apresentador mantinha em segredo para 2020. 
A última gravação de 'Canta Comigo' vai ao ar no dia 4 de dezembro. Será a grande final. Sentiu alguma coisa diferente nesta última gravação?
Ele estava cheio de energia e estava com o programa totalmente na mão. O programa estava na mão mesmo. Gugu sabia como entrar, como sair, sabia as marcações e tudo do palco. Ele estava apaixonado pelo cenário e se sentia muito confiante com a equipe. Estava muito para cima como sempre esteve e sem sinalização nenhuma.
Como você vê o fim do programa?
Pessoalmente, eu que era muito ligado a ele e é o fim, é um arraso. Eu não esperava mesmo um desfecho tão trágico para um homem que era só alegria. Gugu nunca fez mal a ninguém, nunca o vi tratar mal ninguém, era um homem bom para todo mundo. Agora o que a Record e a Endemol vão fazer no terceiro ano, eu não sei. Não sei se vão colocar uma outra pessoa na apresentação, se vão acabar. O que eu sei é que o Gugu tinha mais dois anos de contrato para fazer esse programa.
Vai acontecer alguma homenagem a Gugu no fim do programa?
Em relação a final do programa, eu não sei o que a Record vai fazer a nível de homenagem ao Gugu. Nós já gravamos o programa todo e temos três finais gravados porque quem vai escolher o vencedor é o público, as pessoas de casa. Nós temos três finais gravados com entrega de troféu, cumprimentos e aquela festa toda. Está tudo gravado. Dali para frente, eu não sei o que a Record e a Endemol pretendem fazer para homenagear o Gugu.
E você? O que vai ser da sua vida?
Não sei. Sinceramente, eu não sei o que vai ser da minha vida. Nós tínhamos já planos para o próximo ano e agora acabou. Não sei se abandono a carreira... Eu era muito ligado ao Gugu e estou muito triste, muito sem chão. Neste momento, eu quero de Deus o ilumine muito, o leve para perto Dele . Eu vou aguardar o que vai acontecer e o que eu vou fazer.
Que tipo de plano o Gugu tinha para o ano que vem?
Ele tinha um ideia que levaria em breve a direção da Record. Era segredo até então. Ele tinha o 'Power Couple' e esse 'Canta Comigo'. O 'Power' iria tomar o primeiro semestre dele, o 'Canta' o segundo semestre, mas ele tinha pretensões porque comprou um terreno, uma grande área em Alphaville e iria construir um novo estúdio nível internacional. Esse espaço teria um pé direito de mais de 18 metros para comportar grandes cenários, grandes produções e grandes programas. Tipo um pavilhão da Vera Cruz, onde gravam atrações especiais como Xuxa, Luciano Huck. Um estúdio mesmo de última geração, mas infelizmente a vida o levou antes.
Como está a preparação para o enterro de Gugu?
O corpo chega quinta no Aeroporto Internacional de Viracopos, em Campinas, espera a liberação do corpo e vem para a capital São Paulo em um carro fechado. Até o meio dia de quinta-feira, a família fica com o corpo em uma cerimônia fechada na Assembleia Legislativa. Por volta das 13h abre para o público e fica aberto até o final da manhã de sexta. Depois, segue para o Cemitério Gethsêmani, no Morumbi, no jazigo da família. A (assessora) Esther Rocha está supervisionando essa parte. 

Comentários