'Sentia a energia ruim dos espíritos obsessores', diz Maurício Mattar sobre Teo

Personagem polêmico da novela 'A Viagem' há 25 anos

Por O Dia

Maurício Mattar e Luzia Lacerda
Maurício Mattar e Luzia Lacerda -
Após sofrer um infarto há menos de um mês, Maurício Mattar assume que precisou mudar alguns hábitos e que o susto o fez levar uma vida mais saudável. Se recuperando da cirurgia em casa, o ator diz que nunca teve medo da morte e que continua sendo um homem de muita fé, mas sem seguir uma só religião. "Eu me considero uma pessoa espiritualizada, ligado às energias", assume Maurício em entrevista para a jornalista Luzia Lacerda no programa 'Ponto de Fé', no Canal Exporeligião. O ator revelou ter tido problemas quando interpretou um dos seus personagens mais marcantes, o Téo da novela 'A Viagem', há 25 anos. "Senti o peso do personagem. Sentia a energia ruim dos espíritos obsessores. Eu saía de casa bem para gravar e quando voltava os meus olhos pesavam e ficava com uma dor de cabeça terrível. Foi bem complicado".
Aos 55 anos, ele revelou que pediu saúde para 2020 e que já teve perto da morte várias vezes. Uma delas foi num grave acidente de carro na Rodovia Raposo Tavares há uns anos. O automóvel capotou 13 vezes. "Passei também outros 'sufocos' porque eu bebia muito e não tinha limites. Cada um tema a sua missão e a sua hora. A minha ainda não chegou e eu agradeço. A minha filosofia de vida agora é só gratidão". A entrevista completa será exibida hoje, às 19h.
Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia

Comentários