Rosto de Ludmilla estampa malotes da 'verdinha' vendida pelo tráfico do Rio

Traficantes da Cidade de Deus cobram R$ 35 por cada embalagem que tem etiqueta com a foto da cantora no clipe de 'Verdinha'

Por O Dia

Malote de maconha tem rosto de Ludmilla estampado
Malote de maconha tem rosto de Ludmilla estampado -
Esta coluna recebeu uma foto um tanto inusitada nesta segunda-feira (13). Na imagem, há um malote de maconha cuja embalagem traz uma etiqueta com a foto de Ludmilla no clipe de 'Verdinha'. A droga, que vem sendo comercializada por traficantes da Cidade de Deus, na Zona Oeste do Rio, custa R$ 35 e é descrita como 'A Braba'.
Recentemente, Ludmilla foi alvo de acusações do deputado cabo Junio Amaral, do PSL-MG, por, segundo ele, fazer apologia às drogas com a música 'Verdinha'. Em sua defesa, a cantora alega que a canção fala de alface. 
A assessoria de imprensa da cantora enviou a seguinte nota à coluna:
"A cantora Ludmilla, através de sua assessoria jurídica, representada pelo advogado José Estevam Macedo Lima, vem a público externar veemente repúdio a veiculação da imagem da cantora ao uso e comercialização de entorpecentes.
Com efeito, a cantora tem sido alvo de uso indevido de sua imagem que constitui flagrante violação aos seus direitos da personalidade, que lhe são assegurados pelo Código Civil Brasileiro.
Por fim, a cantora esclarece que não poupará esforços para adotar todas as medidas cíveis e criminais que se fizerem necessárias, de modo a repelir e responsabilizar os autores das veiculações do conteúdo a seu respeito".
Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia

Comentários