Ex-mulher agredida por goleiro vira pré-candidata a vereadora de Salvador

Milena Bemfica resolveu entrar para política: 'Depois de tudo que passei e tenho passado, me sinto pronta'

Por O Dia

Milena Bemfica e Antonio Brito
Milena Bemfica e Antonio Brito -
Depois de ter sido agredida pelo ex-marido, o goleiro Jean do Atlético Goianiense, durante férias em Orlando, nos Estados Unidos, em dezembro passado, a vida de Milena Bemfica teve uma reviravolta. Agora separada e morando em Salvador, a influencer resolveu entrar na política levantando a bandeira da luta contra a violência doméstica e, especialmente,contra as mulheres. Milena se filiou ao Partido Social Democrático da Bahia e é pré-candidata a vereadora na capital baiana.
"Nunca me enxerguei na política, mas, hoje, depois de tudo que passei e tenho passado, me sinto pronta e com a responsabilidade de representar e buscar meios para acolher as mulheres vítimas de agressões por seus companheiros. Agradeço a Deus e ao deputado federal Antonio Brito por esta oportunidade! Juntas somos mais fortes!", escreveu. 
Recentemente, Milena acusou o atleta de não pagar a pensão alimentícia para as duas filhas. Milena chegou a publicar imagens com o saldo de sua conta bancária e um diálogo que supostamente teve com o goleiro por WhatsApp pedindo para ele depositar a pensão. "A Justiça determinou o valor, não eu. Se não pagar, será preso. Vim falar na mídia porque há uma semana o pai sumiu e a assistência dos livros que ele deveria dar, não deu, e minha mãe que comprou", disse Milena que tinha revelado para a coluna o motivo da agressão: traição.
Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia

Comentários