Pai de apresentadora da Band está com a covid-19

Seu Arnaldo está internado em um hospital de São Paulo

Por O Dia

Nathalia Batista posa com o pai
Nathalia Batista posa com o pai -
Nathalia Batista, que divide a apresentação do 'Aqui na Band' com Luís Ernesto Lacombe, contou no programa que seu pai testou positivo para o novo coronavírus. Seu Arnaldo, de 88 anos, está internado na UTI de um hospital particular de São Paulo e é claro que toda a família está apreensiva. Mas o que chocou de verdade esta colunista que vos escreve é a falta de humanidade das pessoas, que começaram a culpar Nathalia pela doença do pai. Na tarde desta quinta-feira (7), ela usou as redes sociais para explicar o que aconteceu. Como se precisasse de explicação...
"Recebi algumas mensagens sobre minha declaração no programa hoje e gostaria de esclarecer alguns pontos: meu pai foi diagnosticado com a covid-19, ontem, já no hospital. Dia 11/03, ele fez uma cirurgia no cérebro e, quando se sentiu mal, pensamos que podia se tratar de algo relacionado ao AVC. Eu não tenho contato presencial com meus pais desde o carnaval; não fui visita-lo no hospital, não fui à casa da minha mãe - justamente para evitar qualquer possibilidade de contaminar idosos e pessoas do grupo de risco (meu pai tem 88 anos e minha mãe 71). Ele estava isolado, até porque não se locomovia sozinho; uma das minhas irmãs parou a vida dela pra cuidar do meu pai e ajudar minha mãe; mercado e farmácia eram feitos por delivery... não sabemos como ele se contaminou. Ele segue internado. Mas, pra esclarecer algumas mensagens ofensivas, eu não tive contato com ninguém da minha família, ok?! Quero agradecer também as inúmeras mensagens de carinho e orações, muito obrigada. Ah, telefone, diga o quanto ama alguém. Quando a quarentena passar, abrace, visite. Faça e fale tudo o que você tem vontade em vida, hoje! Não deixe pra depois, porque pode ser que o depois não chegue. Não perca tempo com bobagens, a vida é curta demais. Seja grato a Deus, por tudo. No final, o que importa não é o número de seguidores, não é quem tinha razão, não é sua bolsa de grife, não é sua fama, não é seu cargo: o que importa mesmo é o que você carrega na memória e no coração".
Esta colunista já está em oração por Seu Arnaldo. E, embora quase ninguém leia esta coluna, faço um pedido: mais amor e menos julgamento. 

Comentários