Exclusivo:'Sinto falta de ouvir: 'gravando!'', conta Larissa Manoela

A atriz trocou o SBT pela Globo, está morando no Rio e não vê a hora de poder voltar a trabalhar

Por O Dia

Larissa Manoela
Larissa Manoela -
Larissa Manoela só tem 19 anos, mas parece mais velha quando coloca sua opinião ou fala como encara a sua carreira de atriz, que começou aos seis anos de idade. Em dezembro de 2019 ela trocou o SBT pela Globo, em busca de novas motivações: "Desafios me apontavam por caminhos um pouco diferentes dos que eu já vinha seguindo, com trama mais adultas e que apresentasse outras oportunidades", contou Larissa, que está morando no Rio, mas tem alguns imóveis em Orlando. Aliás, ela não diz quantos, mas assume que são investimentos. Entretanto, a filha de dona Silvana e Seu Gilberto nega que já esteja rica. "Eu não administro o meu dinheiro. Mas eu tenho o pé no chão. Eu trabalho muito e levo uma vida sem exageros, mas com conforto. Isso é o que importa para mim", conclui.
Queria saber se o fato de ser atriz, cantora e influencer pesa para a Larissa Manoela de apenas 19 anos?
Não tem peso, embora eu encare a minha profissão com responsabilidade e dedicação. Comecei a trabalhar muito cedo e tudo o que eu fazia era percebido por mim com muita leveza e clima de brincadeiras. Eu amava o que fazia. Sempre fui muito feliz com minhas escolhas. Mas meus pais foram fundamentais - e são até hoje. Sempre souberam dosar, de forma a respeitar o que eu queria fazer e os limites que precisam ser respeitados por eu ser tão nova. Hoje em dia aprendi a lidar com tudo isso de uma forma leve. Não me privo de fazer as coisas que gosto. Antes da pandemia, me mudei para o Rio e me redescobri apaixonada por praia. Nunca deixaria de curtir uma tarde de praia por ser quem eu sou. Até porque as pessoas são muito respeitosas comigo. Nunca passei por nenhuma situação de constrangimento.
O que  você faria e que não consegue fazer por não ser uma pessoa anônima?
Como eu nunca deixei de fazer nada, as pessoas se acostumam a me ver nos lugares. Vou ao cinema, à praia, às compras... Tenho muita liberdade de ir e vir. E não me incomodo em parar para falar com as pessoas, fazer uma foto, retribuir uma manifestação de carinho. E grande parte são crianças e adolescentes. É tão genuíno esse carinho. Eu cresci assim, não tenho muito como comparar com outra realidade.
O que mais te tira do sério ?
Eu notei que o tempo vai passando, a gente vai ficando mais maduro e essa resposta vai se moldando também. Quando a gente é menor, tem coisas que passam batido. Mas depois a gente passa a não engolir tanto. Detesto mentira. E quando a gente vê pessoas mentindo ou manipulando uma situação para conseguir o que quer, é muito triste. Por sorte, ao meu redor, lido com gente muito transparente. Percebo que a minha tolerância para isso, para lidar com mentira, está cada vez menor. Não quero isso pra minha vida.
Como é sair de uma emissora como SBT, onde você era uma das estrelas da casa, e chegar até a Globo, onde praticamente existe uma constelação?
Ah, acho que não tem muito isso. Eu cresci no SBT e tenho uma relação muito afetuosa com todos. Fiz amigos que farão parte da minha vida para sempre! É um capítulo importante da minha trajetória e eu tenho muito orgulho de tudo que fiz enquanto estava na emissora. Agora, nesta nova etapa, estou cheia de boas expectativas, ansiosa para começar o trabalho - embora saiba da necessidade de uma volta consciente e segura. Não tem essa questão de dividir os holofotes. Tem a gratidão por estar ao lado de tanta gente bacana e talentosa, o que me permitirá uma troca com muito aprendizado. É contracenar com gente que admiro, conhecer novos profissionais... ou seja, estou muito empolgada para voltar ao set.
Tem algum ator e atriz que você acredita que tremeria na base se contracenassem juntos?
Tremedeira mesmo, literalmente, vou tentar controlar (risos). Estou brincando... Eu admiro o trabalho de taaanta gente, mas vou citar aqui Renata Sorrah, de quem sou fã de verdade! Eu ia deixar a emoção de lado para aprender o máximo possível. Observar como ela atua, poder conversar.
O que pesou na decisão de mudar realmente de vida?
Eu amo atuar. Amo o teatro. E foi movida a novos desafios na dramaturgia que aceitei os convites que apareceram. Desafios que apontavam por caminhos um pouco diferentes dos que eu já vinha seguindo, com tramas mais adultas e que apresentasse outras oportunidades. Foi uma decisão muito madura, que não foi tomada da noite para o dia e que só aconteceu porque houve concordância de todo mundo que estava envolvido. Não acho que seja inteligente a gente sair fechando portas.
Existia um plano B na sua cabeça se não conseguisse ser atriz? Que profissão você gostaria de seguir?
Talvez eu me dedicasse somente à música. Mas acho que faria dos shows, musicais. Assim eu teria o teatro de volta na minha vida. Quando a gente tem o privilégio de saber do que gosta de fazer, de conseguir exercer e sobreviver desta profissão, é valioso demais. Eu descobri cedo. E sou muito grata às oportunidades que apareceram. Nem sempre as escolhas são fáceis, óbvias. Mas a gente precisa arriscar, ouvir nossa intuição, conversar com família e amigos e assim ir escrevendo nossa história.
Você evita responder as perguntas mais capciosas relacionadas a sexo e posicionamento político, por exemplo. Por que?
Não evito não. Mas há assuntos que geram desconforto. E todo mundo deve passar por isso, famoso ou não. Todo mundo tem um ou mais assuntos que prefere não tornar público. Aprendi que tudo bem! A gente precisa se respeitar. E tem assuntos sobre os quais posso não me sentir tão preparada para responder. Eu acredito que seja melhor abreviar uma reposta para não dizer uma bobagem ou não ser compreendida. Claro, todo mundo erra. Mas se é um assunto sobre o qual posso aprender mais, prefiro estudar um pouco e mostrar minha opinião numa próxima entrevista. Mas eu nunca passei por nenhuma saia justa. A minha relação com a imprensa é tão bacana e saudável. E, claro, respeitosa.
Dizem que você já está rica? É verdade?
Eu não administro o meu dinheiro. Mas eu tenho o pé no chão. Eu trabalho muito e levo uma vida sem exageros, mas com conforto. Isso é o que importa para mim. Ter condições de continuar me dedicando à minha arte e poder ter uma vida com meus pais sem passar aperto para conseguir estudar ou ir ao médico. Infelizmente a realidade do nosso país é tão diferente. A maioria da população passa sufoco dia após dia, para ter as coisas mais básicas como comida, remédio e um teto. Eu não vivo isso, mas não fecho meus olhos. Muito pelo contrário. Tento fazer a minha parte, como cidadã que se preocupa com o que está ao redor.
Você é religiosa? Tem algum santo de devoção? Algum ritual ou superstição?
Sou uma pessoa de muita fé. Sou cristã. Deus é tudo para mim, é o meu porto seguro. E sou muito otimista também. Todo mundo passa por momentos difíceis, mas eu sempre me agarro na crença de que tudo vai passar, tudo vai melhorar. Desanimar, ok. Desistir, nunca!
Te incomoda expor o namorado? Aliás, você nunca escondeu seus relacionamentos, né?
Sou muito tranquila em relação a isso. Acho que a gente vai aprendendo a dosar o que divide nas redes sociais ou em entrevistas e o que guarda na intimidade. E eu tô bem tranquila com esse formato que tenho hoje. Não tem o porquê de esconder. Não estou fazendo nada de errado.
Você ama Orlando, nos Estados Unidos. Quantas casas você tem lá? É investimento?
Eu amo a Disney. Foi um sonho ter ido lá na primeira vez e é sempre muito emocionante quando tenho a oportunidade de voltar. Como eu disse, não cuido diretamente do meu dinheiro e sou uma negação para falar de investimentos (risos).
O que é mais legal de morar no Rio e o que prefere mais em São Paulo?
No Rio, a resposta é bastante óbvia: a praia!!! De São Paulo sinto falta dos amigos e da minha casa.
E o que tem feito na pandemia? O que sente mais falta?
Nossa, tenho feito muita coisa. A primeira delas foi estabelecer uma rotina de atividades para não deixar a ansiedade me pegar. Eu estava em um ritmo de trabalho muito acelerado e prestes a começar novos projetos na TV e no cinema. E, de repente, vem essa pausa. Então passei a ter uma super disciplina com a alimentação e os exercícios físicos, estou estudando línguas e os meus textos... enfim... é bastante coisa!Sinto falta de ouvir: 'gravando!'. E eu espero que a volta seja breve, motivada por menos doença e dor mundo afora.
O que só os mais chegados sabem de Larissa Manoela que o grande público nem desconfia?
Outro dia estava pensando nisso. Eu precisava pensar em uma coisa que ninguém sabia sobre mim. E eu não soube responder. Mas isso não me angustiou não. Não me sinto invadida. Eu sei onde está o meu limite e nunca o desrespeitei. Sou desta geração que compartilha.
Veja a galeria de fotos:

Galeria de Fotos

Larissa Manoela Divulgação
Larissa Manoela Divulgação
Larissa Manoela Divulgação
Larissa Manoela surge ao beijos com o namorado em dia de praia Reprodução Instagram
Larissa Manoela Divulgação
Larissa Manoela Reprodução
Larissa Manoela Reprodução Instagram
'Modo Avião', que tem Larissa Manoela como protagonista, é o filme de língua não-inglesa mais assistido da Netflix Divulgação
Mirela (Larissa Manoela) em As Aventuras de Poliana Divulgação
Larissa Manoela Reprodução
Larissa Manoela mostro como sua fisionomia mudou ao aceitar o desafio Instagram
Larissa manoela Divulgação
Larissa manoela Divulgação
Larissa Manoela Reprodução Internet

Comentários