Exclusivo:Cássio Castilhol aciona Perlla em processo de guarda das filhas

Músico revela ter sido proibido de visitar as duas meninas pela ex

Por O Dia

Perlla, Cássio Castilhol e as filhas Pérola e Pietra
Perlla, Cássio Castilhol e as filhas Pérola e Pietra -
Cássio Castilhol prometeu e cumpriu. O músico, que terminou recentemente seu casamento com a funkeira Perlla de forma bem conturbada e com direito a trocas de acusações, acionou os advogados Matheus Lisboa e Igor Schwarz para mover uma ação contra a cantora para ter direito à guarda compartilhada das duas filhas do ex-casal. Ele foi proibido pela ex de visitar as filhas Pérola e Pietra, que atualmente estão sendo cuidadas pela avó materna, no Rio, enquanto Perlla está em São Paulo a trabalho.
“Nós já acionamos a Justiça. A ação já foi distribuída. Estou viajando para o Rio de Janeiro para poder despachar com a juíza presencialmente. O processo já está concluso com a magistrada, que é quem vai decidir sobre o pedido da liminar que nós fizemos. É uma ação de pedido de guarda compartilhada, oferta de alimentos e regulamentação de visitas, tendo em vista que Perlla vem impedindo o Cássio de ver as filhas. A gente teve que fazer essa ação e realizar um pedido liminar para que pudéssemos conseguir de imediato os direitos dele. A Perlla só saberá dessa liminar depois que ela for concedida”, contou com exclusividade à coluna o advogado Matheus Lisboa.
Perlla ainda não foi notificada da ação. Segundo a defesa do ex-marido da cantora, ela deve ser citada no processo somente na próxima semana. “Como eu pedi liminar, ela deve ser notificada no máximo até a próxima segunda-feira, porque eu pedi a visitação a partir do dia 18, que é sexta-feira que vem. A liminar sendo deferida, a Perlla vai ser intimada para cumprir com a decisão da visitação, assim como a fixação dos alimentos provisórios que o Cássio terá que pagar para as filhas”, explica Lisboa.
Ainda de acordo com o advogado, nem mesmo a ex-sogra de Perlla conseguiu ver as netas. “O Estatuto da Criança e do Adolescente prevê que os menores não podem conviver longe de seus pais. O que Cássio deixou ou não de ser como marido não pode ser aplicado ao que ele foi como pai, porque fere os direitos  constitucionais das menores de conviverem com seus pais e do pai de conviver com seus filhos. É direito, não tem o que discutir. A Perlla já viajou, e as crianças estão com a avó materna. Ontem (quinta-feira), inclusive, a mãe do Cássio foi impedida de visitar as netas”.
Apesar de Perlla ter dito publicamente que contratou uma advogada para entrar com o processo de divórcio, a defesa de Cássio garante que a ação ainda não existe e que, por conta disso, deverá entrar já na próxima semana com o processo. “Ela disse que deu entrada no divórcio, mas isso não aconteceu. No direito  brasileiro existe a conexão processual, ou seja, se eu entro com uma ação de guarda, o juízo competente seria o mesmo do processo de divórcio. E quando a gente distribuiu a ação do Cássio, ela passou pelo sistema do Tribunal de Justiça e não encontramos nenhuma conexão. Ou seja: ela não entrou com o divórcio. Ela foi até a mídia dizer que tinha contratado uma advogada para dar entrada, mas até agora nada. Na segunda-feira, nós vamos dar entrada no divórcio e essa nova ação deve cair na mesma vara onde corre o processo da guarda por termos ingressado com o divórcio antes dela”.

Galeria de Fotos

Perlla, Cássio Castilhol e as filhas Pérola e Pietra reprodução internet
Perlla e Cassio Castilhol Reprodução
Perlla e o ex-marido Cássio Castilhol reprodução do twitter
Perlla comemora aniversário de 30 anos com festa no Rio Ag. News
Perlla comemora aniversário de 30 anos com festa no Rio Ag. News
Perlla e as filhas Pérola e Pietra AgNews

Comentários