Mister Jam - produtor musical - Robert Thompson - Divulgação
Mister Jam - produtor musicalRobert Thompson - Divulgação
Por O Dia
Publicado 20/10/2020 18:24 | Atualizado 20/10/2020 19:08
Mister Jam (45 anos) é um dos mais renomados produtores musicais do país, com 25 anos de carreira já produziu para grandes nomes do cenário artístico nacional e internacional.
Recentemente o produtor foi surpreendido com declarações da cantora Francinne (35 anos) alegando, em vídeo, que teria sido estuprada pelo produtor e que também viveu abusos psicológicos.
Publicidade
A notícia gerou cancelamento de contratos e projetos e acabou levando o produtor ao hospital que foi internado no Incor em São Paulo.
"A Massiva Music, minha empresa, contabilizou por baixo um prejuízo deR$200.000,00. A artista já foi notificada, através de nossa advogada Dra Deborah Sztaijnberg, para darmos a oportunidade dela apenas pagar os prejuízos sem a multa contratual prevista e sem as perdas e danos e estamos aguardando uma resposta', declarou o produtor.
Publicidade
Ontem, o produtor utilizou seu instagram para esclarecer tudo o que aconteceu e alegou ter sido vítima de um golpe oportunista. Mister Jam  entrou com uma ação na justiça, pedindo R$ 200 mil devido aos prejuizos que a sua empresa teve. 
 
 
 
Ver essa foto no Instagram

#QuemLacraNaoLucra

Uma publicação compartilhada por Mister Jam (@misterjamoficial) em

Publicidade
A cantora Kesha passou por uma situação similar, segundo informou o Portal Popline, especializado em cultura pop: 'Atualmente Kesha pode até ter sua liberdade para criar e lançar sua música, mas a disputa contra Dr. Luke, produtor que tinha contrato de exclusividade com a cantora, foi longa e exaustiva durante anos. Em sua batalha judicial, Kesha afirmou que Dr. Luke a drogou e estuprou. Contudo, o produtor saiu vencedor em processo aberto por ele em 2014, que acusava a cantora de difamá-lo para poder sair de seu contrato', diz a matéria.
Coisas do show business!