Após licença, Carlos Bolsonaro cuidará de perto da Comunicação do governo

Filho do presidente quer se dedicar ao pai, que se recupera de uma cirurgia

Por CÁSSIO BRUNO

O vereador licenciado Carlos Bolsonaro com o pai, Jair, durante a campanha eleitoral
O vereador licenciado Carlos Bolsonaro com o pai, Jair, durante a campanha eleitoral -
RIO - O pedido de licença não remunerada de Carlos Bolsonaro (PSC), na Câmara de Vereadores do Rio, é o pontapé inicial para ficar mais perto do pai, que ainda se recupera de cirurgia. Porém, Carlos, responsável pelas redes sociais de Jair Bolsonaro (PSL) desde a campanha, quer assessorar o presidente em Brasília. Sem cargo oficial. Cuidará da estratégia de Comunicação do governo, o que já vinha fazendo informalmente. Agora, acompanhará o trabalho de perto. O estopim foi a crise gerada pela indicação de Augusto Aras por Bolsonaro para ser o novo procurador-geral da República. As críticas surgiram dos próprios aliados.

Em novembro, o presidente cogitou nomear o fi lho para a Secretaria de Comunicação Social, com status de ministro. Em abril, voltou a defender Carlos para o posto. Este, aliás, será o último mandato dele como vereador. Apoiará a candidatura da mãe, Rogéria, ex-mulher de Jair. Ela já foi vereadora nos anos de 1990.

ESQUERDA QUER ALTERNATIVA A FREIXO

O deputado federal Marcelo Freixo (PSOL) quer unir a esquerda para tentar ser prefeito do Rio. Mas... PCdoB, PDT e PSB se organizam para fazer o contrário em dois seminários em outubro e novembro: escolher outro nome. “A aliança não pode nascer com protagonismo e recall de eleições passadas”, atacou Brizola Neto, ex-ministro do Trabalho de Dilma, referindo-se a Freixo. Neto afirmou ser pré-candidato a prefeito do PCdoB. Ontem, a Coluna mostrou a dificuldade de Freixo em formar a aliança.

NO MESMO VOO, MAS SEM CONVERSA

Nesta terça-feira de manhã, a caminho de Brasília, dois pré-candidatos a prefeito do Rio se encontraram no mesmo voo. O deputado estadual Rodrigo Amorim (PSL) e Marcelo Freixo. Apesar do encontro casual dentro do avião, os dois parlamentares não se falaram. Nem por educação.

PRESIDENCIÁVEL PERCORRE O RIO

Ciro Gomes, pré-candidato à Presidência em 2022, desembarca no Rio hoje para participar de uma série de eventos. Terá ao seu lado a deputada estadual Martha Rocha, que concorrerá à sucessão de Crivella (PRB).

ROTEIRO TERÁ PALESTRA

Amanhã, Ciro Gomes fará palestra para estudantes no Centro Universitário de Macaé. Na sexta-feira, ele visitará Maricá. Já no sábado, inaugura a Escola de Candidatos do PDT, no Centro do Rio.

CEDAE TEM BAIXA NA DIRETORIA

José Sabá Filho, diretor-jurídico da Cedae, deixou o cargo. Não se entendeu com o presidente Helio Cabral. Em 2010, a OAB fez um ato de desagravo contra Filho por desrespeito aos direitos de uma advogada.

MUDANÇAS NO HORIZONTE

A Eletronuclear e a Usina de Itaipu serão retiradas do grupo Eletrobras até o fim do ano já como parte do processo de privatização da Eletrobras. Com isso, haverá dança das cadeiras em diretorias.

XAROPINHO

O governador do Rio, Wilson Witzel (PSC), participou do Programa do Ratinho, no SBT. A atração é uma tradição nas agendas de políticos em campanha presidencial.

PICADINHO

A Ginkeria B faz amanhã, às 19h, evento beneficente para arrecadar brinquedos a crianças carentes da Associação Beneficente Amar.

A I Olimpíada Acadêmica de odontologia será amanhã. É promovida pelo CRO-RJ, com apoio da empresa DFL.

A Mostra de Arte, Ciências e Cultura acontece sábado, no Castelinho do Ceat, em Santa Teresa, com oficinas gratuitas.

DESCE

NAJILA TRINDADE

Modelo foi indiciada pela polícia por denúncia caluniosa, extorsão e fraude processual no caso envolvendo Neymar.

DESCE

MÁRCIO LOBÃO

A Polícia Federal prendeu, ontem, na Lava Jato do Rio, o fi lho do ex-senador e ex-ministro Edison Lobão (MDB).

Comentários