Justiça Militar decreta prisão preventiva de tenente-coronel do Exército

Ex-chefe do Serviço de Fiscalização de Produtos Controlados da 1ª Região Militar do Exército, Alexandre de Almeida foi preso acusado de desviar armas

Por ADRIANA CRUZ

O coronel Alexandre de Almeida
O coronel Alexandre de Almeida -

Rio - A Justiça Militar decretou a prisão preventiva do tenente-coronel Alexandre de Almeida. Ele é acusado de desviar armas do Exército. O pedido de prisão foi expedido no início da tarde de hoje pela juíza Maria Placidina de Azevedo Barbosa Araújo. O militar havia sido preso em flagrante na última terça-feira.

De acordo com reportagem publicada no jornal O Globo, o militar era ex-chefe do Serviço de Fiscalização de Produtos Controlados da 1ª Região Militar do Exército e cuidava do controle de armamentos no Rio de Janeiro e Espírito Santo, tendo como atribuição fiscalizar a importação e o comércio de armas, os clubes de tiro, o comércio de explosivos e a blindagem de veículos, entre outras.

Ainda conforme a reportagem, as armas desviadas pelo tenente-coronel eram repassadas ao Guerreiros Escola de Tiro e Comércio de Armas, que fica em Serra, no Espírito Santo, por intermédio do próprio irmão, Rafael Felipe de Almeida.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia

Comentários