Crise na terceira idade

Inadimplência entre idosos tem crescimento de 7,44%

Por O Dia

Soraya Goodman, advogada especialista em Direito do Consumidor e professora
Soraya Goodman, advogada especialista em Direito do Consumidor e professora -

Quatro em cada de dez consumidores começaram o mês de agosto com contas em atraso. Foi o que revelou uma pesquisa da Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) e do Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil). Os dados apurados mostram que 37% dos entrevistados devem até R$ 500 e a maioria dos inadimplentes (53%) possui dívidas que somadas não ultrapassam R$ 1 mil. Outra constatação é que os atrasos no pagamento de contas vêm crescendo de forma mais intensa entre a população idosa. Considerando somente as pessoas de 65 a 84 anos, houve um crescimento de 7,44% no volume de inadimplentes, a maior entre todas as faixas etárias analisadas. Já entre os mais jovens, o movimento é inverso: queda de 22,14% na quantidade de inadimplentes entre 18 e 24 anos e diminuição de 9,28% entre os que têm de 25 a 29 anos.

Comentários