Coleta seletiva nas casas de Caxias

Projeto EDUC recolhe materiais recicláveis em cinco bairros do município e beneficia 140 moradias

Por O Dia

Rio - Promover a conscientização ambiental e a coleta seletiva de resíduos sólidos. São os dois pilares principais do Projeto EDUC. Iniciativa da ONG Guardiões do Mar, em parceria com a Petrobras, o programa teve início em julho e está presente em cinco bairros de Duque de Caxias, na Baixada Fluminense, onde adolescentes recolhem materiais recicláveis — atualmente, são 140 domicílios atendidos.
Com bicicletas adaptadas, a coleta tem sido feita de porta a porta nos bairros Saraiva, Campos Elíseos, Bom Retiro, Parque Marilândia e Vila Serafim. O serviço acontece às segundas, terças e quartas-feiras. E para realizar o recolhimento do material reciclável, o Projeto EDUC é executado pelo Ecoclube, grupo composto por 15 jovens, de 15 a 17 anos, que passaram por oito meses de capacitação, em parceria com Agentes Ambientais.
De acordo com Pedro Belga, presidente da ONG Guardiões do Mar, o diferencial da iniciativa é o envolvimento da comunidade, uma vez que "amarra todas as pontas da sociedade". "Escolas, por meio da Educação Ambiental, com alunos e professores; adolescentes e jovens, na mobilização de coleta; lideranças comunitárias e os moradores, separando e doando o seu material. Vemos os jovens engajados em mudar sua comunidade e pessoas se responsabilizando pela própria coleta seletiva", destaca.
Belga esclarece que, como os bairros ficam nos arredores da Refinaria de Duque de Caxias (Reduc), o projeto procura conscientizar os moradores sobre os cuidados que devem ser tomados com despejo de lixo perto do polo petroquímico. "Queremos falar não só de educação ambiental, mas também de segurança", pontua. Segundo ele, os moradores locais que trabalham na refinaria se beneficiam desse conhecimento. "O funcionário pode ver que a empresa em que ele trabalha também se preocupa com o bem-estar da própria comunidade", complementa.
Para Pedro Belga, a expectativa é que o Projeto EDUC seja renovado para 2020. "Em uma segunda etapa, a ideia é estender as atividades para outras áreas e atender dez comunidades. As lideranças comunitárias nos cobram muito", conta.
A ONG Guardiões do Mar também organiza mensalmente o evento 'Moeda Verde', que percorre praças dos bairros próximos à Reduc. Nele, crianças e adolescentes são orientados a levar materiais recicláveis e trocar por 'educoins', moedas fictícias usadas para adquirir livros, roupas e brinquedos. 

Comentários