Chances para qualificar e tentar vaga de emprego

Faetec oferece mais de 6,3 mil vagas de cursos gratuitos. Saiba como se inscrever

Por O Dia

Ana Carolina de Paiva quer abrir o próprio salão de beleza
Ana Carolina de Paiva quer abrir o próprio salão de beleza -

Rio - Em meio ao desemprego, buscar qualificação profissional pode ser uma porta de entrada para concorrer a uma vaga no mercado de trabalho. Para isso, há oportunidades oferecidas em cursos profissionalizantes gratuitos na Fundação de Apoio à Escola Técnica (Faetec), instituição veiculada a Secretaria Estdual de Ciência e Tecnologia. São mais de 6,3 mil vagas de cursos na Região Metropolitana do Rio. Além disso, é possível concorrer a empregos abertos nesta semana, com cerca de 500 oportunidades nos setores de comércio e serviços do Rio, além da ações da Comunidade Católica Gerando Vidas hoje na quadra da escola de samba do Arranco, no Engenho de Dentro.

Os cursos da Faetec têm duração de dez semanas com aulas de padeiro, garçom, operador auxiliar de cozinha, bartender, manicure, vendedor, recepcionistas em meios de hospedagem, entre outros. As cidades que terão aulas profissionalizantes, além das unidades na capital, são: Duque de Caxias, Queimados, Nova Iguaçu, Guapimirim, São Gonçalo, Niterói e Petrópolis.

Para se candidatar a uma das vagas dos cursos, é preciso ter a idade mínima entre 14 e 18 anos, dependendo do ramo escolhido, que exigem níveis de escolaridade diferentes. O sorteio público das vagas será no próximo dia 20, a partir das 10h. A listagem completa será publicada no site da Faetec (faetec.rj.gov.br). O período de matrícula para os candidatos sorteados ocorrerá entre os dias 23 a 26 deste mês. As aulas começam no dia 7 de outubro.

Os interessados devem se inscrever na página site da fundação até o dia 19. Os cursos têm duração de dez semanas e são gratuitos.

PREPARAÇÃO PARA O MERCADO

A aluna Ana Carolina de Paiva, 30 anos, viu no curso profissionalizante gratuito da Faetec a possibilidade de buscar uma formação e se preparar para o mercado de trabalho. "Já trabalho profissionalmente como cabeleireira, com serviços em domicílio. O curso está me aperfeiçoando, ampliando meu conhecimento. E graças a ele posso procurar um salão profissional para trabalhar ou até montar meu negócio por conta própria", conta. 

Para Romulo Massacesi, presidente da Faetec, os cursos gratuitos são possibilidades para quem quer se qualificar. "São alternativas para o cidadão fluminense que queira se requalificar, dar um 'upgrade' no currículo ou potencializar a sua mão de obra. Por meio de uma qualificação gratuita e de excelência, vamos fomentar o mercado e reduzir o índice de desemprego do estado", avalia.

 Oportunidades no varejo carioca

Um dos setores com vagas abertas é o de supermercados no Rio. A rede Dom Atacadista prevê a contratação de 200 profissionais para a loja que será aberta em novembro na Taquara, na Zona Oeste. Para se inscrever, bastaentrar no sitehttp://domatacadista.net/e acessar a aba 'Trabalhe Conosco' ou deixar o currículo na unidade recém-inaugurada de Realengo.
Entre as vagas disponíveis para o mercado há postos operacionais, como operador de caixa e repositor, e vagas também para gerente.
Quem busca oportunidade pode tentar as oferecidas pela recrutadora Luandre, que tem 190 vagasdisponíveisem diversos setores como varejo, saúde, áreas técnicas e consultoria.Para se cadastrar, é preciso acessar o site https://candidato.luandre.com.br/ e confirmar o interesse na oportunidade desejada.
A C&C Casa & Construção tem em torno de 40 vagas para as unidades do Rio. São oportunidades para vendedor, operador de loja, gerente de loja, gerente de departamento e operador de caixa. Para se inscrever, o interessado deveacessar o link www.vagas.com.br/cec oua aba 'Trabalhe Conosco'no site www.cec.com.br.
Com a chegada da Selfit Academias no Rio, a empresa oferece 50 vagas paraprofissionais de Educação Física e atendimento ou recepção para os estúdios.Os desempregados podem enviar currículo para curriculo@selfitacademias.com.br, especificando no tema 'Vagas RJ'.
Colaborou a estagiária Larissa Esposito sob supervisão de Max Leone.
 

Comentários