Ainda está nas mãos

Por O Dia

Volante do Flamengo, Willian Arão já se envolveu em duas discussões com companheiros de equipe
Volante do Flamengo, Willian Arão já se envolveu em duas discussões com companheiros de equipe -

O empate em 2 a 2 com o Goiás seria normal não fossem os sintomas de queda física e destempero emocional. Percebo que alguns jogadores por mais que se empenhem caem de produção à medida que o jogo caminha para o fim. O efeito alcança os mais exigidos, como Arão, Gerson, Arrascaeta e Everton Ribeiro, principalmente. No Brasileirão, nada que em princípio assuste porque a vantagem de oito pontos gera conforto e o Palmeiras, único capaz de brigar pelo título, alterna bons e maus resultados. O problema a ser discutido é como o Flamengo chegará física e emocionalmente ao jogo decisivo da Libertadores, dia 23, contra o River Plate, em Santiago. A opção por jogar intensamente e com os mesmos jogadores agora cobra o seu preço. O cansaço inibe o raciocínio, retarda as reações, gera o destempero emocional. Jorge Jesus terá a difícil missão de reequilibrar a equipe em apenas 20 dias, sabendo que refazer é mais difícil do que fazer.

 

PERIGO PARA O BOTAFOGO

Perdendo para o Cruzeiro por 2 a 0, quinta-feira, no Nilton Santos, o Botafogo começou a sentir o bafo quente de quem vem atrás. A queda de produção é visível e preocupante e alguns atribuem ao efeito Montenegro, porque a pior fase começou depois da dura análise do ex-presidente do clube em que fulminou o elenco, do goleiro ao ponta-esquerda, incluindo o técnico Alberto Valentim, que nem havia assumido o cargo em substituição a Eduardo Barroca. É nesse clima tumultuado que o time vai à Vila Belmiro hoje à noite encarar o Santos. Dureza.

PEDALADAS

Jorge Sampaoli usando a velha estratégia ataca a direção do Santos e deixa aberta a possibilidade de sair no fim da temporada. Eliminado no Campeonato Paulista, na Copa do Brasil, na Sul-Americana e sem chance no Brasileiro, precisará de um caminhão para carregar os fracassos.

Com um ponto na frente na tabela, 47 a 46, o Grêmio vai receber o Inter, hoje à noite, num Gre-Nal em que valerá tudo, menos perder. Duelo entre Renato Gaúcho e Zé Ricardo.

BOLA DENTRO

Aos 22 anos, esse Michael, atacante do Goiás, se destaca como um dos mais eficientes no Campeonato Brasileiro. Rápido, inteligente e letal. Um verdadeiro achado.

BOLA FORA

Gabigol precisa parar de dar chilique a cada marcação dos árbitros ou esbarrão de adversário. As cenas do jogo com o Goiás deveriam ser analisadas no clube na sua presença.

Comentários