Confira como definir o rack ideal para cada tipo de sala

Primeiro passo é decidir o tamanho da TV e só depois disso definir o comprimento do móvel, já sabendo em qual parede ambos ficarão posicionados

Por Marina Cardoso

Para salas pequenas, a melhor opção é verificar qual layout permite a maior distância entre o sofá e a tela
Para salas pequenas, a melhor opção é verificar qual layout permite a maior distância entre o sofá e a tela -
Rio - Móvel indispensável para a sala, o rack é um elemento importante para abrigar a TV e outros eletrônicos e objetos para a decoração do ambiente. Com a opção de peças prontas, marcenaria sob medida ou planejada, antes de escolher o modelo ideal é preciso definir o tamanho da TV, o que ficará armazenado e o espaço para abrigar o móvel na sala. 
De acordo com a arquiteta Karina Korn, o primeiro passo é decidir o tamanho da TV e só depois disso definir o comprimento do móvel, já sabendo em qual parede ambos ficarão posicionados. “Para salas pequenas, a melhor opção é verificar qual layout permite a maior distância entre o sofá e a tela”, orienta a arquiteta. 
Porém, a variedade de aparelhos existentes hoje, com medidas enormes, e o desejo dos moradores de ter esses equipamentos acabam por não permitir seguir essa regra sempre.
Ainda assim, é importante fazer o cálculo da distância ideal até o sofá para cada tamanho de TV. “Escolhido o lugar destinado ao rack, a largura do móvel também deve ser proporcional à parede, podendo inclusive ocupar toda sua extensão”, acrescenta Karina.
Quanto à altura do rack, vale usar o bom senso. Quando a TV vai ser instalada na parede ou em um painel, os racks baixos são a melhor pedida. “Costumo colocar a tela na parede a 1,25 m de distância do chão”, explica a arquiteta. Contudo, se o aparelho vai ficar apoiado, os racks mais altos são os mais recomendados. 
Objetos
Outro ponto importante para selecionar o modelo do rack é pensar no que vai ser armazenado. “Os móveis planejados ou sob medida permitem personalizar as áreas de armário, nichos e gavetas. Há opções para organizar coleções de filmes, livros, e também para acomodar os aparelhos eletrônicos ocultando os
fios”, diz Karina.
Quem precisa de espaço de armazenamento extra pode incluir armários acima ou nas laterais da TV. Nichos e prateleiras também são bons complementos, principalmente para racks comprados prontos.
Como é o móvel que recebe a TV e os equipamentos eletrônicos, para quem gosta de um estilo mais clássico, é recomendável que o rack tenha um design clean e cores sóbrias. Já aqueles que buscam uma decoração ousada podem apostar em tons e texturas não só no móvel, mas também na parede de fundo ou no painel. 
 
 
 

Comentários