Parque de diversão dos números

Laboratório e Museu interativos de Matemática são inaugurados na Cidade Universitária e convidam o público a conhecer a disciplina de forma lúdica e envolvente

Por O Dia

Inauguração do Laboratório Interativo de Matemática, na Cidade Universitária de Macaé
Inauguração do Laboratório Interativo de Matemática, na Cidade Universitária de Macaé -
Macaé — Abordar a matemática de forma lúdica, quebrar bloqueios e tornar a disciplina uma lente interessante para ver o mundo em sua multiplicidade. O Laboratório Interativo de Educação Matemática Ana Kaleff (Lemak) e o Museu Interativo Inclusivo de Educação Matemática (LEMi) foram inaugurados na terça com essa ambiciosa missão. O espaço, instalado na Cidade Universitária, está aberto ao público em geral, mas deve ser especialmente aproveitado pelos estudantes e professores, da rede pública e privada, além dos 250 anos do curso de Matemática da Faculdade Municipal Miguel Ângelo da Silva Santos (FeMASS).
Batizado em homenagem à doutora Ana Maria Kaleff, reconhecida em todo país por ministrar cursos na área e coordenadora do Laboratório do Ensino de Geometria da Universidade Federal Fluminense (UFF), o laboratório, através de jogos, ábacos, quebra-cabeças planos e espaciais, convida o visitante a adentrar o vasto mundo da matemática de forma divertida e envolvente.
Inauguração do Laboratório Interativo de Matemática, na Cidade Universitária de Macaé - Maurício Porão/Divulgação prefeitura de Macaé
“Quando terminei minha missão na UFF peguei minha bagagem de vida profissional com todos os materiais construídos e voltei para Macaé reencontrando meus ex-alunos Vanessa (Arenari, coordenadora local do Lemak) e Guto Garcia, cuja semente que deixei foi a paixão pela Matemática”, discursou Ana Maria.
“O laboratório vem mostrar que com materiais muito singelos, de baixo custo, podemos levar para a criança algo valioso para entender o que alguns dizem ser impossível”, disse a homenageada.
Também fundadora do Laboratório de Ensino de Geometria do IME-UFF Niterói, a professora coordenará as atividades acadêmicas do LEMAK/LEMi ao lado da antiga aluna.
“No ambiente desse espaço visamos à melhoria do ensino da Matemática, principalmente da Geometria e uma melhor preparação do profissional”, comentou Vanessa.
A instalação também deve abrigar uma série de cursos e treinamentos para aperfeiçoamento dos docentes da cidade, e projetos especiais como o já preparado “Vendo com as mãos”, com o desenvolvimento de recursos didáticos táteis especiais de baixo custo destinados a alunos com deficiência visual.
“O local será também lugar de formação continuada de professores, em especial de Matemática, por meio da parceria com a (FeMMASS)”, sublinhou Guto Garcia, secretário de Educação de Macaé.

Galeria de Fotos

Inauguração do Laboratório Interativo de Matemática, na Cidade Universitária de Macaé Maurício Porão/Divulgação prefeitura de Macaé
Inauguração do Laboratório Interativo de Matemática, na Cidade Universitária de Macaé Maurício Porão/Divulgação prefeitura de Macaé

Comentários