Produção da Bacia de Campos impulsiona Plano Estratégico da Petrobras

Campos maduros garantem à companhia projeção de crescimento de produção

Por O Dia

A Petrobras estima elevar a meta de produzir 2,7 milhões de barris diários em 2020
A Petrobras estima elevar a meta de produzir 2,7 milhões de barris diários em 2020 -
Macaé - A produção da Bacia de Campos é parte fundamental do Plano Estratégico da Petrobras de recuperar posição no mercado global de geração de energia, aumentando em cerca de 800 mil o volume de barris diários extraídos nos campos em operação no Brasil, até 2024.
De acordo com os números divulgados pela companhia na manhã desta quinta-feira (28), a projeção de crescimento na produção nacional possui dois cenários distintos: a operação de novos sistemas de extração de óleo bruto e gás natural na camada do pré-sal, assim como a estabilização das operações que ocorrem na Bacia de Campos.
Após a revitalização de unidades e sistemas de produção e investimentos na revitalização dos campos maduros, a Petrobras mira na Bacia de Campos como o alicerce ideal para assegurar a sua estratégia de recuperação de valor no mercado global, investindo pesado em projetos concentrados prioritariamente em reservas brasileiras.
Com isso, a Petrobras estima elevar a meta de produzir 2,7 milhões de barris diários em 2020, para cerca de 3,5 milhões de barris em 2024. Há dois anos, a companhia anunciou que cerca de US$ 10 bilhões serão investidos nas reservas da Bacia de Campos num prazo de quatro anos. Essa projeção chegou a dobrar no início deste ano.

Comentários