Prefeitura volta atrás e desfiles dos blocos Simpatia é Quase Amor e Banda de Ipanema serão à tarde

Pressão exercida pelos blocos fez efeito e, em novo levantamento, moradores e comerciantes preferiram horários tradicionais

Por Luana Dandara e Rachel Siston*

Bloco Simpatia É Quase Amor arrasta multidão de foliões pela orla de Ipanema há 35 anos
Bloco Simpatia É Quase Amor arrasta multidão de foliões pela orla de Ipanema há 35 anos -
Rio - A Prefeitura do Rio, na manhã desta segunda-feira, voltou atrás e decidiu manter os horários tradicionais do desfile dos blocos Simpatia é Quase Amor e da Banda de Ipanema.
Os megablocos irão desfilar em seus horários habituais, à tarde.

O secretário de eventos, Felipe Michel, afirmou que 350 pessoas foram ouvidas, e 65% delas foram favoráveis a manter os blocos em seus horários originais. Além disso, 95% dos comerciantes também apoiaram os blocos.

"Conversarmos muito com a Polícia Militar que nos direcionou, por medida de segurança, contrário a fazer os dois blocos no mesmo horário, porque seria muito delicado para a população de Ipanema. Hoje, o coronel Figueiredo nos colocou que seria impossível o aumento do efetivo, para que nós pudéssemos fazer os blocos na parte da manhã. O metrô deu um parecer contrário, também. Justamente porque não ia dar conta dos dois blocos no mesmo horário", declarou o secretário.

Ainda segundo Felipe Michel, a Polícia Militar e o Metrô Rio, principal transporte usado para deslocamento dos foliões, também foram ouvidos.

Em Ipanema, opiniões divididas

Rita Fernandes, presidente da Sebastiana (Associação Independente dos Blocos de Carnaval de Rua da Zona Sul, Santa Teresa e Centro), considerou que o bom senso prevaleceu. "Os blocos tradicionais não podiam ser penalizados pelo que aconteceu com a Favorita", afirmou.

Nas ruas de Ipanema, as opiniões ficaram divididas. Daniele Barbosa, 31, gerente de loja, disse que prefere os desfiles à tarde, por conseguir abrir o empreendimento de manhã. "Nosso grande problema é o dia seguinte, porque as pessoas usam as paredes de mictório e a frente da loja fica toda suja".

A dona de casa Neureni Miranda, 54, disse que os blocos causam tumulto em qualquer horário, mas à tarde "são mais democráticos" para as famílias. Já o advogado Gilberto Martins, 50, acredita que os desfiles deveriam ser em outras áreas da cidade. Para ele, a Zona Sul não tem estrutura: "Na beira da praia deveria ser menor".

Regras definidas no Carnaval da Intendente

A Liga Independente das Escolas de Samba do Brasil (Liesb), que administra a maioria das escolas da Intendente Magalhães, divulgou ontem a ordem de desfiles e novas regras.

As antigas séries B e C são agora o Grupo Especial da Intendente. Já a Série D passou a ser denominado Grupo de Acesso.

A festa será aberta no domingo, dia 23, às 20h, com o Grupo de Acesso. Nos dias 24 e 25, serão realizados os desfiles do Grupo Especial.

Subirão duas agremiações do Grupo Especial da Liesb para a Série A, que desfila na Marquês de Sapucaí, e descerão duas agremiações para o Especial da Liesb. No Grupo de Acesso, subirão sete agremiações e descerá uma do Especial da Intendente.

Na antiga Série E, denominada Grupo de Avaliação, subirão oito agremiações para o Acesso da Intendente. O desfile deste grupo acontece no Sábado das Campeãs, 29 de fevereiro, a partir das 18h.

DISPUTA DE LIGAS

A disputa entre a Liesb e a Liga Independente Verdadeira Raízes das Escolas de Samba (Livres) para administração das escolas da Intendente continua. A Lierj, que representa a Série A da Sapucaí, informou que só receberá escolas da Liesb. A Riotur destacou que não irá interferir na decisão, que pode ir parar na Justiça.

* Estagiária sob supervisão de Cadu Bruno 

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia

Galeria de Fotos

Bloco Simpatia É Quase Amor arrasta multidão de foliões pela orla de Ipanema há 35 anos Fernando Maia / Riotur
Desfiles dos blocos Simpatia é Quase Amor e da Banda de Ipanema permanecem em seus horários tradicionais Agência O Dia

Comentários