'Meu sangue é carnaval' incentiva doação durante os dias a folia no Hemorio

Ritmistas, passistas e um casal de mestre-sala e porta-bandeira do Salgueiro levaram muito samba, alegria e conscientização, nesta quarta-feira, para o Hemorio

Por O Dia

'Meu Sangue é Carnaval' incentiva a doação no Hemorio e contou nesta quarta-feira com integrantes do Salgueiro
'Meu Sangue é Carnaval' incentiva a doação no Hemorio e contou nesta quarta-feira com integrantes do Salgueiro -
Rio - Ritmistas, passistas e um casal de mestre-sala e porta-bandeira do Salgueiro levaram muito samba, alegria e conscientização, nesta quarta-feira, para o Hemorio. A ação faz parte da campanha "Meu Sangue é Carnaval", que busca incentivar as doações de sangue durante de folia.
A Portela foi a primeira a se apresentar, na última sexta-feira. A Mangueira e a Beija-Flor serão as próximas escolas a visitarem o Hemorio, nesta quinta e sexta-feira, respectivamente. A campanha busca conscientizar a população sobre a importância da doação durante o Carnaval, período quando há uma baixa de até 20% nos estoques disponíveis para transfusões, segundo o Ministério da Saúde. Além disso, a demanda por bolsas de sangue aumenta devido ao maior número de acidentes na cidade durante a folia.

Galeria de Fotos

'Meu Sangue é Carnaval' incentiva a doação no Hemorio e contou nesta quarta-feira com integrantes do Salgueiro Divulgação
'Meu Sangue é Carnaval' incentiva a doação no Hemorio e contou nesta quarta-feira com integrantes do Salgueiro Divulgação
'Meu Sangue é Carnaval' incentiva a doação no Hemorio e contou nesta quarta-feira com integrantes do Salgueiro Divulgação


Segundo os parâmetros da Organização Mundial de Saúde (OMS), para manter os estoques regulares, é preciso que 1,5% a 3% da população doe regularmente. O Brasil tem hoje 1,8% de doadores. Em todo país são coletadas por ano uma média de 3,5 milhões de bolsas de sangue.

O engenheiro Douglas Meireles Souza da Silva, de 43 anos, esteve no Hemorio nesta quarta-feira. Salgueirense, ele doou sangue pela primeira vez e prometeu que fará desse ato uma rotina. "Sempre tive vontade de doar, realizei um sonho. Por coincidência, vim logo no dia da ação envolvendo o Salgueiro. Foi uma experiência bem bacana. Poder ajudar as pessoas é incrível", destacou.
Quem pode doar sangue

- É preciso ter entre 16 e 69 anos
- O doador deve pesar no mínimo 50 kg
- É necessário estar bem de saúde
- Levar um documento de identidade oficial com foto
- Não é necessário estar em jejum, apenas evitar alimentos gordurosos nas quatro horas que antecedem a doação
- Não ingerir bebidas alcoólicas 12 horas antes
- Jovens com 16 e 17 anos só podem doar sangue com autorização dos pais ou responsáveis legais. E devem portar ainda um documento de identidade do responsável.
O Hemorio fica na Rua Frei Caneca 8, Centro (ao lado do Hospital Municipal Souza Aguiar).
Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia

Comentários

'Meu sangue é carnaval' incentiva doação durante os dias a folia no Hemorio O Dia - Rio de Janeiro

'Meu sangue é carnaval' incentiva doação durante os dias a folia no Hemorio

Ritmistas, passistas e um casal de mestre-sala e porta-bandeira do Salgueiro levaram muito samba, alegria e conscientização, nesta quarta-feira, para o Hemorio

Por O Dia

'Meu Sangue é Carnaval' incentiva a doação no Hemorio e contou nesta quarta-feira com integrantes do Salgueiro
'Meu Sangue é Carnaval' incentiva a doação no Hemorio e contou nesta quarta-feira com integrantes do Salgueiro -
Rio - Ritmistas, passistas e um casal de mestre-sala e porta-bandeira do Salgueiro levaram muito samba, alegria e conscientização, nesta quarta-feira, para o Hemorio. A ação faz parte da campanha "Meu Sangue é Carnaval", que busca incentivar as doações de sangue durante de folia.
A Portela foi a primeira a se apresentar, na última sexta-feira. A Mangueira e a Beija-Flor serão as próximas escolas a visitarem o Hemorio, nesta quinta e sexta-feira, respectivamente. A campanha busca conscientizar a população sobre a importância da doação durante o Carnaval, período quando há uma baixa de até 20% nos estoques disponíveis para transfusões, segundo o Ministério da Saúde. Além disso, a demanda por bolsas de sangue aumenta devido ao maior número de acidentes na cidade durante a folia.

Galeria de Fotos

'Meu Sangue é Carnaval' incentiva a doação no Hemorio e contou nesta quarta-feira com integrantes do Salgueiro Divulgação
'Meu Sangue é Carnaval' incentiva a doação no Hemorio e contou nesta quarta-feira com integrantes do Salgueiro Divulgação
'Meu Sangue é Carnaval' incentiva a doação no Hemorio e contou nesta quarta-feira com integrantes do Salgueiro Divulgação


Segundo os parâmetros da Organização Mundial de Saúde (OMS), para manter os estoques regulares, é preciso que 1,5% a 3% da população doe regularmente. O Brasil tem hoje 1,8% de doadores. Em todo país são coletadas por ano uma média de 3,5 milhões de bolsas de sangue.

O engenheiro Douglas Meireles Souza da Silva, de 43 anos, esteve no Hemorio nesta quarta-feira. Salgueirense, ele doou sangue pela primeira vez e prometeu que fará desse ato uma rotina. "Sempre tive vontade de doar, realizei um sonho. Por coincidência, vim logo no dia da ação envolvendo o Salgueiro. Foi uma experiência bem bacana. Poder ajudar as pessoas é incrível", destacou.
Quem pode doar sangue

- É preciso ter entre 16 e 69 anos
- O doador deve pesar no mínimo 50 kg
- É necessário estar bem de saúde
- Levar um documento de identidade oficial com foto
- Não é necessário estar em jejum, apenas evitar alimentos gordurosos nas quatro horas que antecedem a doação
- Não ingerir bebidas alcoólicas 12 horas antes
- Jovens com 16 e 17 anos só podem doar sangue com autorização dos pais ou responsáveis legais. E devem portar ainda um documento de identidade do responsável.
O Hemorio fica na Rua Frei Caneca 8, Centro (ao lado do Hospital Municipal Souza Aguiar).
Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia

Comentários