Confira dicas para não errar na hora de colocar papel de parede dentro do lar

Uma das principais dicas é aplicar material com a parede completamente lisa

Por O Dia

Para receber o papel, a parede precisar estar completamente lisa e com uma demão de tinta, para que o acabamento fique perfeito
Para receber o papel, a parede precisar estar completamente lisa e com uma demão de tinta, para que o acabamento fique perfeito -
Rio - As paredes têm a capacidade de expressar e revelar a personalidade de cada tipo de morador. Uma ótima alternativa para renovar e dar cara nova à casa é o uso de papéis de parede que podem ser encontrados nas mais variadas cores, estampas, estilos, e até com efeitos tridimensionais. O recurso é prático e pode ser encontrado com preços acessíveis. Mas na hora de escolher o modelo surgem as dúvidas: onde pode ser aplicado? Qual cola usar? Quantos metros devo comprar? Pensando nisso, a arquiteta Patrícia Cillo tira as principais dúvidas para uma aplicação sem erros.
Parede
De acordo com a arquiteta, é essencial que a parede esteja completamente lisa e com uma demão de tinta para que o acabamento fique perfeito. “É bom lembrar que se o papel for claro, é fundamental que a parede seja pintada com uma cor clara. Dessa forma não corremos o risco da estampa do papel de parede ser alterada”, explica Patrícia. 
Material
Nas áreas molhadas, como cozinha ou banheiro, ela afirma ser interessante optar pelos papéis de TNT ou vinílicos, já que são resistentes à umidade. A arquiteta ainda indica que para um efeito mais sofisticado, é preferível os papéis com tecido ou palha (seda, veludo, flocado). Apesar de não terem tanta resistência, o resultado final sempre agrada. 
No caso do cálculo da metragem, é fundamental que se tenha a medida certa de largura e altura, não apenas os metros quadrados. Se o papel de parede for estampado, Patrícia aconselha calcular de 10% a 20% a mais de material, para as emendas e alinhamento dos desenhos. “Quando o papel é liso, o aproveitamento é sempre maior”, lembra a profissional.
Limpeza e retirada
Em relação à conservação e limpeza do papel de parede, a arquiteta Patrícia Cillo diz que o ideal é sempre limpar a seco com um pano limpo. Aspirador de pó e espanador também são indicados. “É essencial que nunca se use produtos abrasivos”, afirma Patrícia.
E se o morador cansou e quiser retirar a peça da parede, ou se acontecer um rasgo, como fazer para arrumar? 
Para retirar, vale borrifar água no papel de parede e, com a ajuda de uma espátula, fazer a retirada por partes. “Se rasgar, o melhor é trocar toda a faixa, porque o papel ficará marcado”, finaliza a arquiteta.

Comentários