'O cara era fera quando cheirava', diz Anderson do Molejo sobre Waguinho

Cantor conta que maiores sucessos do ex-pagodeiro eramfeitas quando ele estava sob o efeito da droga

Por O Dia

Anderson Leonardo em entrevista ao canal Rica Perrone
Anderson Leonardo em entrevista ao canal Rica Perrone -
Todo mundo sabe que o vocalista Anderson Leonardo, do grupo Molejo, é um cara meio sem filtro. Durante uma entrevista ao canal 'Rica Perrone', no Youtube, ele contou que Waguinho, ex-vocalista do grupo 'Os Morenos' e hoje pastor evangélico, é o autor de vários sucessos de grupos de pagode como Pixote, Sorriso Maroto e também do próprio Molejo. Ainda segundo Anderson, essas composições foram feitas quando ele estava sob o efeito de cocaína, vício que tinha no passado.
"O Waguinho, sabe o que ele fazia? Gostava de dar os 'tequinhos' dele, cheirar uma cocainazinha. Eu brinco com ele: 'Irmão, vamos lá pedir cinco gramas para você. Eu não cheiro não, mas eu compro para você'. Ele me responde: 'Não, está amarrado!'. Falo na frente da família dele e tudo. 'Deixa ele cheirar só para ele me dar mais um sucesso. Depois ele ora de novo... Só para ajudar", brinca Anderson durante entrevista ao repórter Gabriel Reis.
O cantor lembra ainda que 'Brincadeira de criança' e 'Samba diferente', são dois dos maiores sucessos de sua banda que foram escritos por Waguinho. "O cara era fera quando cheirava, muito fera", afirma o vocalista.

Comentários